De ‘malas prontas’ para o PSDB, Aldo Clemente revela que saiu do PDT porque não tinha “contato” com Carlos Eduardo

O novo líder do prefeito na Câmara Municipal de Natal, vereador Aldo Clemente, afirmou que aguarda uma resposta do grupo político comandado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), para decidir seu futuro político nas eleições de outubro. Ele disse que seu destino mais provável é se filiar ao PSDB.

“Estou ficando apto para deixar meu nome à disposição do partido e como faço parte de um grupo político, tenho que aguardar a decisão deste, que deve acontecer até o dia 2 de abril, prazo final de filiação. Essa decisão passa por Ezequiel, porque, se faço parte de um grupo político e as forças estão convergindo ou divergindo para candidaturas dentro do partido, então tenho que aguardar as conversas acontecerem. Mas, já estou deixando o meu nome dentro do PSDB para o que o partido precisar”, afirmou.

Como Ezequiel Ferreira não definiu se será ou não pré-candidato na chapa majoritária da oposição ou se buscará sua reeleição na Assembleia Legislativa, o vereador defendeu que deverá seguir e apoiar a decisão do tucano.

“Defendo o que for melhor para o deputado Ezequiel Ferreira de Souza. Eu faço parte do grupo e vou seguir ele como liderança no caminho que tomar. Eu disse para ele que tomasse uma decisão muito consciente, mas eu sou liderado, não defendo lado A ou B apenas sigo o meu líder e o que ele decidir irei ter como orientação”, destacou o parlamentar, em entrevista à Rádio Cidade FM Natal.

Segundo Aldo, o prefeito Álvaro Dias e Ezequiel Ferreira estão “alinhados” e têm uma relação partidária. “Eles têm um diálogo permanente dentro do partido, se conhecem há bastante tempo, inclusive, já foram deputados estaduais juntos. Álvaro já foi presidente da Assembleia Legislativa tendo Ezequiel como deputado estadual, então eles sabem conversar política como duas águias no Estado”, enfatizou.

DESFILIAÇÃO DO PDT

O juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), José Dantas Teixeira de Souza, concedeu uma liminar ao vereador Aldo Clemente, para que se desfile do PDT de Carlos Eduardo Alves.

De acordo com o vereador o que o motivou a sua saída do partido foi o fato do líder estadual da sigla, Carlos Eduardo Alves não ter contato como os membros da sigla. “Fui eleito pelo PDT em 2020 com mais de cinco mil votos, fui o 5º vereador mais votado de Natal e o 3º do PDT e, mesmo assim, eu não tive nenhum contato com Carlos Eduardo antes ou durante a campanha. Nenhum contato. Zero. Nem para me parabenizar em uma ligação como vereador eleito pelo seu partido. Fui alijado dentro de todos os processos do PDT, não fui convidado para reunião, conversa ou demanda”.

Com informações do Agora RN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s